A cotação do Bitcoin chegou a ultrapassar os US$11 mil nesta quinta-feira, 01 de março, porém está tendo dificuldades em manter seus ganhos recentes em meio aos baixos volumes de negociação.

Até o fechamento deste artigo, o preço do Bitcoin, que chegou a valer US$11.189 no final do dia de ontem, caiu levemente registrando US$10.999, conforme dados da ferramenta CoinMarketCap. No Brasil, a cotação da moeda digital era de US$36.641, de acordo com dados da Bravenewcoin.

Analisando os mercados individuais das criptomoedas no site de dados CoinMarketCap, o maior volume de negócios registrado atualmente é do par  BTC/USDT (bitcoin-tether), listado na corretora de criptomoedas OKEx. Além disso, três das 10 principais bolsas por volume de negociação oferecem BTC/USDT. Esses números nos fazem acreditar que um dos motivos dos investidores estarem usando tethers para trocar por bitcoins pode ser a baixa volatilidade do token pareado ao dólar (tether).

De acordo com o artigo publicado pela Coindesk, agência de notícias especializada no universo cripto, o volume de negociação das últimas 24 horas é de US$8,4 bilhões, o mais alto desde 21 de fevereiro. No entanto, esse número não parece particularmente impressionante quando comparado ao volume médio diário de negociação de US$13,4 bilhões observado em janeiro. Além disso, o volume de 24 horas é praticamente inalterado em relação ao volume diário médio de fevereiro de US$8,25 bilhões.

loading…

Fonte: Criptomoedas Fácil

Comentários