O hype em torno da Lightning Network não para de crescer e toda semana novas aplicações ganham corpo na solução que promete ser um marco para o desenvolvimento do Bitcoin.

Além do grupo Coingaming que lançou um sistema de teste beta fechado da Lightning para usuários selecionados; da Coinfinity que fez a primeira transação na rede por meio de um caixa eletrônico; da Blockstream que anunciou ja ter transacionado mais de US$ 30 mil usando sua própria implementação Lightning, c-lightning e um  explorador de rede principal da LN; e da transação pizza que inaugurou a LN, agora é a vez do desenvolvedor Jack Mallers que anunciou, segundo a CCN, a carteira Zap que utiliza a Lightning Network e está pronta para o uso no testnet com a versão Beta.

O projeto tem como objetivo facilitar as transações na rede Lightning para o usuário médio afinal o demonstrativo da Lightning Network original possui uma grande quantidade de codificação de linha de comando que os usuários de bitcoins que não sejam programadores, sem dúvida, terão dificuldades. Mallers e a equipe da Zap alertam que a solução ainda é Beta e que há ajustes a serem feitos antes que a solução possa ser amplamente utilizada. Portanto tenha cuidado, não use bitcoins reais na plataforma.

Embora as notícias de adoção da Lighting demonstrem que há um enorme interesse e uma ansiedade em ver a LN disponível, a CEO da Lightning Labs, Elizabeth Stark, tem destacado que isso pode acabar tornando-se um problema que pode levar os usuários a perder seu dinheiro. Elizabeth destaca que não há prazo para a LN estar disponível e que, um de seus problemas é a quantidade de desenvolvedores atuando no projeto, menos de dez pessoas. Lembrando que por meio da LN também será possível realizar transações atômicas, um outro projeto em desenvolvimento que promete revolucionar a forma como as criptomoedas se relacionam.

loading…

Fonte: Criptomoedas Fácil

Comentários